quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

MAIS UM DESAFIO!


A Isabel Monteverde, do blog Artista Maldito, lançou-me um desafio que aceitei com prazer.
Os desafios para mim constituem um jogo e um motor à capacidade de partilhar as nossas escolhas, sempre na verdade, de modo a deixarmo-nos conhecer mais e melhor.

Este desafio deve respeitar apenas duas regras:
1. Abrir um livro ao acaso na página 161, ir até à linha 5 e colocar essa frase no blog.
2. Passar para outros bloguistas.


Passo àqueles que tenham realmente um livro na sua cabeceira e nos queiram deixar um pouco do seu perfume e encanto
O livro que escolhi, porque é realmente o que estou a ler é A ILHA de Victoria Hislop, Livraria Civilização Editora - 1966.
Como escreveu o SUNDAY EXPRESS, esta história "Lembra que o Amor e a Vida continuam mesmo nas circunstâncias mais extremas"
A frase é a seguinte: "Anda - disse Fotini. - Vou olhar lá para dentro.
Põe-se em bicos dos pés e espreitou pela janela da frente. Conseguia ver uma mesa sem mais nada a não ser uma cinzeiro com um monte de beatas e quatro cadeiras, dias delas tombadas no chão."

Aconselho-o porque trata com Amor um flagelo que, embora irradicado da Europa,é ainda uma das principais doenças nos países em vias de desenvolvimento - A LEPRA.

2 comentários:

Artista Maldito disse...

Boa Noite Licas

Acabo de chegar do cinema, fui ver uma comédia de Woody Allen.

Uma doença como a lepra ainda presente na nossa realidade é realmente um flagelo. Como em qualquer situação difícil há que lutar pela vida e a Arte sabe dar esse alento.

Vou dormir que já se faz tarde, mais uma vez obrigada pelas palavras carinhosas. E agora um chá quente para relaxar.
Beijinhos,
Isabel

ematejoca disse...

BOM DIA, LICAS!

Tenho 6 livros em cima da minha mesinha de cabeceira, todos em alemao, e ainda nao comecei a ler nenhum deles. Trouxe-os na terca-feira da biblioteca, onde lá trabalho às tercas-feiras.

Agora nao vou ler, vou tomar o pequeno-almoco!

Até logo!