quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

JARROS - Flores simples, mas de uma candura elegante

CONFORME PROMETI A ALGUMAS AMIGAS


OS MEUS JARROS DE PÁSCOA!






8 comentários:

Fátima André disse...

São lindos os jarros. Em casa de minha mãe há muitos... e são muitas as vezes que dou comigo a contemplá-los.
Agradeço imenso o miminho que aqui me dedica e em especial o abraço...
O meu sorriso de arco-íris para si :)

Fátima André disse...

... e já me esquecia... vou levantar o selo "sobrevivente ao romantismo"... não darei seguimento a esta corrente porque a temática do meu blog não se proporciona a este género se iniciativas (que muito prezo), mas sempre é uma recordação agradável.
:)

Teté disse...

Olá, Licas!

A minha avó também os tinha no seu quintal, mas não gostava de os cortar.

Esses arranjos estão muito bem feitos e com bom gosto.

Beijocas!

Multiolhares disse...

São lindos,as minhas preferidas são malmequeres a seguir são os jarros
beijinhos

Artista Maldito disse...

Bom Dia Licas

Já ontem tinha estado a ver os slides com os arranjos de jarros, mas estava atrapalhada com um trabalho. Venho agora de manhã, primeiro para agradecer as palavras carinhosas e depois para comentar estes arranjos que são muito bonitos. Adoro flores e gosto muito de jarros, assim como gosto de decorar a casa com arranjos, tornam-na mais alegre e acolhedora.

Beijinho matinal com carinho,
Isabel

Sónia disse...

Lindíssimos!
Estão de facto belos esses arranjos.
Simples flores, mas de uma extrema beleza.

ematejoca disse...

Lindíssimos arranjos, Licas!

Quando vivia com os meus pais no nosso quinta/jardim tínhamos muitos jarros, mas eu nao deixava a minha mae cortá-los e po-los nas jarras. Eu gritava, se ela os cortasse e os pusesse nas jarras cometia um crime, pois matáva-os. Ainda hoje penso assim. Gosto muito de ver flores nos jardins - a rosa de ontem era do jardim da minha cunhada Elsbeth - mas nao nas jarras. Destesto que, alguém me de flores, só se for num vaso com terra e com raízes.

Saudacoes de Düsseldorf!

ematejoca disse...

Lindíssimos arranjos, Licas!

Quando vivia com os meus pais no nosso quinta/jardim tínhamos muitos jarros, mas eu nao deixava a minha mae cortá-los e po-los nas jarras. Eu gritava, se ela os cortasse e os pusesse nas jarras cometia um crime, pois matáva-os. Ainda hoje penso assim. Gosto muito de ver flores nos jardins - a rosa de ontem era do jardim da minha cunhada Elsbeth - mas nao nas jarras. Destesto que, alguém me de flores, só se for num vaso com terra e com raízes.

Saudacoes de Düsseldorf!