quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

6 COISAS DO ARCO DA VELHA

6 coisas do arco-da-velha!

A "Ematejoca Azul" (http://ematejoca-ematejoca.blogspot.com/) não se esqueceu de mim e mandou-me mais um desafio com as seguintes regras:

Linkar a pessoa que te indicou
Escrever as regras do meme em seu blog
Contar 6 coisas aleatórias sobre você
Indique mais 6 pessoas e coloque os links no final do post
Deixe a pessoa saber que você a indicou, deixando um comentário para ela

Então as minhas 6 coisas do arco da velha são:

1 - Gosto de privar com juventude

2 - Adoro a lealdade e abomino a mentira

3 - Acredito talvez em demasia nos outros.

4 - Ouvir música sozinha faz-me tristeza, à excepção daquela que ouço a conduzir.

5 - Detesto o snobismo e o falso riquismo

6 - Durmo há 39,5 anos sentada no mesmo "banco do jardim".

As seis pessoas a quem vou desafiar são:
Sletras
Artista Maldito
Meus netos meu tesouro
Revisitar a Educação - Fátima André
O Meu pequeno grande mundo
Viviana

6 comentários:

ematejoca disse...

Minha cara Licas:
Em que jardim fica esse banco? Todos os jardins do Porto são meus amigos.

Boa noite!

Artista Maldito disse...

Olá Isabel(Licas)

Que sentido poético este de dizer que dorme há 39,5 anos "no mesmo 'banco do jardim'", é uma expressão tão bela.

Deixe lá, eu acredito sempre nos outros, dissabores há-os, mas que direito tenho eu de duvidar das pessoas?

Um beijinho
Isabel

Artista Maldito disse...

Olá Licas

Eu não tenho dúvidas, no coração cabe tudo, até um banco de jardim, eu nele guardo tudo e nunca pesa, nem quando fica inundado com lágrimas que ninguém vê.

Beijinhos
Isabel

p.s.talvez vá na próxima segunda feira à Associação, mas eu ligo antecipadamente.

ematejoca disse...

Minha cara Licas:
"Durmo há 39,5 anos sentada no mesmo "banco do jardim".

Pensei realmente, que a Licas dava um passeio desde há 39,5 até ao mesmo jardim, e depois lá adormecia, sempre no mesmo banco.
Nao se ria. Eu nao tenho nada de poetisa. Para mim é tudo pao - pao;
queijo - queijo.

Compreendi, depois do seu comentário no "ematejoca azul", de que se trata de uma metáfora.
Mas de que metáfora se trata?
É talvez, esse "banco do jardim" o amor pelo seu filho?

Bem, de qualquer maneira, é uma frase linda, mesmo para mim, pessoa menos sensível.

Até logo!

BC disse...

Essa de dormir há 39,5 anos sentada no mesmo banco de jardim, é porque está casada há 39,5 anos suponho.

Quanto ao resto temos algumas coisas em comum como a nº 2 e a 1, e a 3 e a 5.
Como vê fazemos parte da mesma linha de fabrico, o meu banco de jardim, se é o que eu disse é menos um bocadinho, mas lá estarei
sentada a ver os passarinhos passar,as árvores, e a crescerem dia à dia, em dias de sol de chuva!!!
Beijinhos
Isabel

ematejoca disse...

Olá Licas!

Que estúpida que fui em não
compreender a bela metáfora do "banco do jardim". A Isabel, que é poetisa, compreendeu logo.

Eu acredito totalmente no "banco do jardim" ... O meu banco também está lá sempre à minha espera e a aceitar todas as minhas birras, que não são poucas...

Um beijinho
Teresa