domingo, 21 de março de 2010

IRENA SENDLER



Uma senhora de 98 anos chamada Irena faleceu há pouco tempo.
Durante a 2ª Guerra Mundial, Irena conseguiu uma autorização para trabalhar no Gueto de Varsóvia, como especialista de canalizações.

Mas os seus planos iam mais além... Sabia quais eram os planos dos nazis relativamente aos judeus (sendo alemã!)
Irena trazia meninos escondidos no fundo da sua caixa de ferramentas e levava um saco de sarapilheira, na parte de trás da sua camioneta (para crianças de maior tamanho). Também levava na parte de trás da camioneta, um cão a quem ensinara a ladrar aos soldados nazis quando entrava e saia do Gueto.
Claro que os soldados não queriam nada com o cão e o ladrar deste encobriria qualquer ruído que os meninos pudessem fazer.
Enquanto conseguiu manter este trabalho, conseguiu retirar e salvar cerca de 2500 crianças.
Por fim os nazis apanharam-na e partiram-lhe ambas as pernas e os braços e prenderam-na brutalmente.
Irena mantinha um registo com o nome de todas as crianças que conseguiu retirar do Gueto, que guardava num frasco de vidro enterrado debaixo de uma arvore no seu jardim.

Depois de terminada a guerra tentou localizar os pais que tivessem sobrevivido e reunir a familia. A maioria tinha sido levada para aa câmaras de gás. Para aqueles que tinham perdido os pais ajudou a encontrar casas de acolhimento ou pais adoptivos.
No ano passado foi proposta para receber o Prémio Nobel da Paz... mas não foi seleccionada. quem o recebeu foi Al Gore por uns diapositivos sobre o Aquecimento Global.


Não permitamos que alguma vez, esta Senhora seja esquecida!!

6 comentários:

ematejoca disse...

Irena Sendler (Irena Sendlerowa) faria 100 anos no dia 15 de Fevereiro deste ano.
Morreu já quase há 2 anos no dia 12de Maio de 2008.

Canduxa disse...

Licas,

é sempre bom relembrar heroínas como estas….sofredoras mas que nunca baixaram os braços.

beijinho grande

continuando assim... disse...

Convite
O livro "Continuando assim..." foi maltratado...

Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história
Lá no …. Continuando assim…

Vamos em metade da história, o livro reescrito, não está igual (nem poderia!) ao que foi editado.
Obrigada a todos os que vão seguindo ( pois só assim vale a pena).
E já lá vão mais de 200 comentários de pessoas tão diferentes umas das outras…
Um obrigada especial a quem ainda não conhece, e chega de novo

Mais uma reflexão em relação a todo este assunto, e um conselho, se é que me é permitido:

--- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
BJ
Teresa

Tite disse...

Esta boa alma, tal como Aristides de Sousa Mendes, nunca serão esquecidos, pelo menos por todos aqueles que foram salvos daquele maldito Holocausto.

Julgava eu que nunca mais existira outro assim mas... o que mais temos é Holocaustos semelhantes um pouco por todo o Mundo mas os perpetrados pelo Médio Oriente são os que mais me chocam por envolverem Judeus.

Teté disse...

Al Gore foi protagonista de um imenso golpe mediático e publicitário, ganhando rios de dinheiro com cada palestra que profere por esse mundo fora...

Claro que não tem nada a ver com esta mulher, que fez tudo o que conseguiu para salvar crianças da exterminação, sem desejar nada em troca. Mas, pelos vistos, os senhores que decidem o Nobel preferem "fogos de vista"...

Beijinhos, Licas!

Maria de Fátima disse...

Destaco pela positiva o lembrar destas situações horrendas para que não se repitam.
Destaco pela negativa o lapso de não ser indicada a fonte e a cópia quase integral de um comentário de alguém que escreveu um artigo sobre este assunto. Sabe Sra D. Licas o que se chama a isto?? (Apropriação de propriedade intelectual...)

Para que não haja dúvida indico o endereço:

http://www.cincoquinas.com/index.php?progoption=news&do=shownew&topic=1&newid=2818

Para quem se dedicou à Educação e Ensino tantos anos sugiro mais cuidado...