terça-feira, 20 de outubro de 2009

E VAMOS CONTINUAR...

Ainda estamos no 2º dia de viagem ...

Deixámos Oviedo e continuamos em direcção a Cangas de Onis.

Esta cidade, capital do Concelho e primeira capital espanhola, é uma das entradas para o Parque Natural dos Picos da Europa. Apesar de apenas contar actualmente com 7000 habitantes, Cangas de Onís foi a Capital do Reino das Astúrias até ao ano de 774Aqui residia Don Pelayo e aqui, no município de Cangas de Onís, teve lugar a famosa Batalha de Covadonga, na qual os Muçulmanos foram explusos da Cordilheira Cantábrica e onde se iniciou a Reconquista da Penísnsula.

Cangas de Onís é uma bonita localidade de interior. No seu município, respira-se história - a história da Reconquista, a história das Grutas de Covadonga.



Também se respira Natureza, com mais de 7000 hectares de Parque Nacional dos Picos de Europa, em cujos domínios se encontra o Conjunto Monumental de Covadonga.

O Arcebispo de Oviedo, D. Benito Sanz y Flores, impulsionou a construção de um templo monumental que devolveu a Covadonga o esplendor de outros tempos.

A construção do templo foi iniciada em 1877 e o Santuário - Basílica Neo Românica - foi abençoado e inaugurado no dia 7 de Setembro de 1901.


Esta Basílica concebida pelo arquitecto Federico Aparici como uma imitação das grandes catedrais germânicas medievais é construído com uma pedra vermelha brilhante, que contrasta com o verde dos prados e florestas

Junto da basílica de Covadonga existe a famosa Gruta , assente numa caverna em frente à montanha de Covadonga. Ela contém os restos mortais do rei Pelayo e uma imagem de "Nossa Senhora de Covadonga", objecto de numerosas peregrinações






Para terminar este dia, continuámos a atravessar o Parque Monumental, com as suas maravilhosas paisagens verdejantes e rochosas.
Este Parque, considerado um dos maiores da Europa, abrange 3 regiões: Astúrias, Cantábria e Leão.



.

Terminámos esta etapa com uma pequena paragem em Arena de Cabrales. A principal fonte de rendimento para a vila é criação de animais, e a confecção de queijos que são conhecidos mundialmente. São realmente muito bons, de certo modo equivalentes em paladar ao Roquefort.

Sempre animadíssimos e aproveitando as maravilhosas paisagens, chegámos ao fim deste 2º dia, parando para jantar e pernoitar, num Hotel em La Franca, mesmo sobre o areal,usufruindo de uma paisagem 5 estrelas.





E agora ...
Vou acabar a minha marmelada, para que possa ao jantar acompanhar o queijo de Cabrales.

(Continua)

11 comentários:

BC disse...

E a viagem continua__________lindas fotos Licas____________belos sítios________como eu gostava neste momento de fazer umas fériazitas assim__________não precisava ser muito longe, simplesmente ir.
Beijinho

Sónia Costa disse...

Amazing!

Tite disse...

Licas,

O que eu aprendi contigo!
Desconhecia tudo o que dizes aqui, pela simples razão que conheço... nada desta região Espanhola.
Talvez agora que me aguçaste a curiosidade, pense seriamente em visitar as Astúrias.

Beijos

PS - vê o que se passa com o desaparecimento de algumas fotos que tens publicado e ficam escondidas do lado direito do blog.

Licas disse...

Olá Tite

Obrigada pelo aviso que me fazes, mas realmente não sei o que se passa. Aqui aparecem todas ao centro, mito bem recortadas e com óptima visibilidade.
Será que é do modelo que cada uma de nós escolhe?
Confesso a minha ignorância e não sei resolver o problema. Vou ver se alguém me explica.

Marca já a visita. Se quiseres dou-te o nome da agência que programou a minha viagem. É ligeiramente diferente das outras a sua forma de trabalhar, mas quem experimenta não quer outra.

Beijocas
Licas

elvira carvalho disse...

Ainda não tinha visto este poste e não tenho tempo agora para "saboreá-lo" e comentá-lo. Voltarei logo. Agora vim mesmo dizer que nos posts anteriores não noto nada, mas neste a primeira foto, tem outra ao lado escondida sob a sidebar. Por acaso uma foto lindíssima de uma ponte. Eu si porque cliquei na pontinha que está à mostra e ela apareceu na totalidade. Mas não sei se há mais escondidas sem "o rabo de fora". Eu vejo 12 fotos e a pontinha dessa outra.
Um abraço e até logo

Tite disse...

Licas,

Neste post só uma está escondida como diz a Elvira na Sidebar.

No Post anterior também sobre a viagem há duas escondidas.

Pelo menos eu vejo assim.

beijos e Bom FdS

licas disse...

Ai as malandras!!!
Que apareçam porque não sei que fazer-lhes.
Será que estão grandes demais?
Vou reduzi-las.

Obrigada às duas pelas dicas.
Beijinhos
Licas

licas disse...

Já agora por favoe vejam se alguma coisa mudou.
Beijinhos e obrigada pela ajuda
licas

Tite disse...

Olha amiga,

Esquece.

Se o pessoal que aqui passar e reparar no defeito, clic duas vezes nas fotos encobertas e assim as verá ampliadas.

Às vezes acontecem coisas que nem nós conseguimos explicar.

Jokas

Pó de Estrela disse...

Licas

Já por aqui ando, mas só em passeio. Fiquei deslumbrada com o que fui vendo. Volto breve para ver tudo com olhos de ver!!!

Obrigada pelo carinho no meu blog.

Mil beijinhos, daqueles brilhantes!

elvira carvalho disse...

Muito bom o texto e as fotos maravilhosas. Fiquei encantada. Quase não conheço a Espanha. Melhor conheço mais ou menos a Andaluzia onde já passei férias. Mas para Norte, só o trajecto para Santiago de Compostela.
Um abraço e fico aguardando o resto da viagem.