terça-feira, 23 de setembro de 2008

DIA MUNDIAL DA PAZ



A Paz não devia ter dia.
O dia, esse sim, devia ser a Paz!

Infelizmente a força e intensidade com que pisamos o chão
impede-nos de ouvir o canto sereno da Paz.
O som dos acordes musicais que todo o dia povoam o nosso espírito...
O toque persistente do telemóvel ...
O corre corre nas estradas ...
Os gritos em família ... e no trabalho...
As nossas eternas preocupações ...
As doenças
As tristezas...
As festas ...
Os cinemas ...
Tudo isto numa exagerda medida ...
Faz-nos perder a noção de PAZ.
Mas hoje, pelo menos recordemo-la e vivamo-la intensamente.

Recordemos um poema daquela que foi a MENSAGEIRA DA PAZ E DO AMOR

Madre Teresa de Calcutá

POEMA DA PAZ
O dia mais belo? Hoje.
A coisa mais fácil? Equivocar-se.
O obstáculo maior? O medo.
O erro maior? Abandonar-se.

A raiz de todos os males? O egoísmo.
A distração mais bela? O trabalho.
A pior derrota? O desalento.
Os melhores professores? As crianças.


A primeira necessidade? Comunicar-se.
O que mais faz feliz? Ser útil aos demais.
O mistério maior? A morte.
O pior defeito? O mau humor.

A pessoa mais perigosa? A mentirosa.
O sentimento pior? O rancor.
O presente mais belo? O perdão.
O mais imprescindível? O lar.


A estrada mais rápida? O caminho correto.
A sensação mais grata? A paz interior.
O resguardo mais eficaz? O sorriso.
O melhor remédio? O otimismo.

A maior satisfação? O dever cumprido.
A força mais potente do mundo? A fé.
As pessoas mais necessárias? Os pais.
A coisa mais bela de todas? O amor.


Vivam em Paz todos os dias das vossas vidas
Um abraço da Paz
Licas

4 comentários:

Cor de Mel disse...

Olá Licas,
Que belo Hino à Paz!!
gostei muito!
Beijinhos e boa semana,
Lia.

Agulhas e tintas disse...

Olá Licas,
é tão bom ouvir falar de páz quando à nossa volta só vemos noticias de roubos.
Todos os dias deveriam ser de Páz.
Jinhos e boa semana.
Célia

Meus Netos Minha Fortuna disse...

Olá Isabel
Lindo este verdadeiro hino á Paz!
Diga-me uma coisa...onde está ela?
Ai Isabel estamos num mundo que está a ficar tão feio...e como sabe não sou nada pessimista!
Vamos tendo fé na Paz que há-de chegar de certeza absoluta!
Beijinhos com amizade
Cassilda

BC disse...

O prometido é devido, um pouco atrasada, mas vimos sempre a tempo.
Vim visitar a sua casa e agradecer-lhe a visita à minha.
Falar sobre a Paz é sempre uma coisa que deveria estar no nosso calendário diário, eu também não gosto de dias específicos para as coisas importantes, devemos pensar nelas todos os dias, isso faz a diferença.
Fique bem e tem sempre uma porta aberta.
Isabel