quinta-feira, 3 de julho de 2008

MADDIE - UMA LÁGRIMA !


MADDIE!

Nome tão pequenino e tão badalado.
Que destino tão injusto para uma criança com um rosto lindo e puro.

Tanto se falou...
Tanto se explicou...
Se conjecturou ...
Se sacrificou ...
Se acusou ...
Se inventou ...
Se absolveu
e sobretudo ...
Tanto se ganhou!

Que falsidade!
Que monstruosidade!

O quê?

O QUÊ?

Ainda questionam?
Acham pouco terem sido cortadas as asas a uma menina que ainda mal tinha aprendido a voar?

Quem fez isso?
Porque o fez?
O que vai acontecer agora?

NADA!... NADA, MESMO NADA!

Alguém, num qualquer canto do mundo, escondido ou não atrás de uma máscara, sarcásticamente se ri de todo este circo patrocinado pelo nome e estatuto social de dois desventurados "senhores doutores".

Desventurados porquê??

Por terem ficado sem a filha?
Por terem amealhado e gasto tanto dinheiro?
Por terem "incomodado" com a sua desventura, as altas esfera políticas e religiosas?
Por deixarem recair culpas e pensamentos infundados sobre gente possivelmente inocente?
Por potenciarem o desemprego de todos os que na época trabalhavam no aldeamento da Praia da Luz?~
Por fazerem de idiotas,todos os que choraram e sentiram a sua dor?

Não sei!
Não consigo responder com rigor, honestidade e sentido cristão a estas perguntas.
Apenas uma certeza tenho.

Esses senhores, são realmente desventurados porque vão carregar para sempre o peso da sua incúria, desleixo, egoísmo, falta de capacidade para serem efectivamente pais.

Não me venham com desculpas esfarrapadas.

"Até trouxémos os meninos connosco para férias" ....Dizem eles.
Para quê?
Para os entregarem ao cuidado de terceiros?
Para os deixarem sózinhos com suas insónias, os seus terrores nocturnos, as suas indosposições e medos?
Estes senhores sabiam, ou deviam saber como pais e como médicos que isto é uma realidade.

Enquanto bebiam e se divertiam pensaram alguma vez nas lágrimas vertidas pelas crianças, sobre aquelas almofadas imaculadas pelas quais pagaram uma fortuna, por um curto período de férias?

Mas... pelo contrário, souberam apelar ao mimo, à atenção, ao carinho, à oração, quando sentiram que o destino lhes pregou uma partida.

Desventurados pais!

O caso vai ser encerrado! Não há culpados.

NÃO HÁ CULPADOS?

Pelo amor de Deus!

Só o homicídio, a ocultação de cadáver, a prova provada de uma morte visível, pode culpar alguém?

A justiça dos homens, mais uma vez falhou!

Mas, muitos de nós portugueses, continuamos a mostrar a nossa indignação pelo desaparecimento da pequenina, que um dia nos deixou um nó na garganta.
Só por ela e para ela verteremos a última e sentida lágrima.


Comovidamente Licas

1 comentário:

**Cantinho da LI** disse...

...sem palavras.

Bom, espero que consiga com sua prima descobrio que é "Maria Mole", uma amiga de blog disse que acredita (não tem certeza) que não há em Portugal, já o "Creme de leite" disse que se chama "natas".
Estou aguardando suas receitas heim!

Tenha um otimo fim de Semana!!!

Beijinhos